SBV

;

Fotos Igreja

domingo, 26 de julho de 2009

Sou uma autoridade, como devo proceder?

A palavra autoridade vem do Latim auctoritate, que significa: poder de mandar; domínio; poder; pessoa que exerce o poder; mando; poder público.

Meus amados, vamos abordar um assunto muito importante e nós dedicamos esta mensagem, especialmente, aos homens e mulheres que foram escolhidos por Deus para exercerem uma das mais importantes funções sobre a terra, àqueles que julgam as causas do rico e do pobre e têm em suas mãos a difícil função de proferir sentenças e, também, às autoridades em geral.

“Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos instruir, juízes da terra.” (Salmos 2.10)

Em primeiro lugar, sabemos que as autoridades foram escolhidas por Deus:

“Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.” (Romanos 13.1)

Muitos reclamam das injustiças cometidas pelas autoridades e agem de forma errada ao não recorrerem à instância Superior que é O Senhor Deus. Foi Ele quem ordenou a colocação da autoridade na posição em que ela se encontra. Se aquele que recebeu esta honra de Deus não está agindo de forma justa no exercício da sua função, ele próprio receberá o Juízo de Deus em sua vida, mesmo que aos olhos do mundo não pareça, em vida, que Deus está agindo, certamente no dia do juízo, após a morte, esta autoridade terá que prestar contas do que fez. Veja as advertências dadas por Deus em Sua Palavra, a Bíblia:

“Não farás injustiça no juízo; não farás acepção da pessoa do pobre, nem honrarás o poderoso; mas com justiça julgarás o teu próximo.” (Levítico 19.15)

“Não cometereis injustiça no juízo, nem na vara, nem no peso, nem na medida. ” (Levítico 19.35)

“Não julgueis pela aparência, mas julgai segundo o reto juízo.” (João 7:24)

Após a leitura da Palavra de Deus, temos a convicção que Deus cobrará de cada uma das autoridades a responsabilidade das atitudes tomadas no exercício da função, assim como os casos de omissões onde deveriam ter agido para resguardar os direitos das pessoas. Você que é uma autoridade, que recebeu de Deus esta ordenança, faça todos os esforços para que a justiça prevaleça, busque a Deus e peça Sabedoria para julgar com retidão, peça a Deus discernimento sobre as situações apresentadas e receba de Deus a aprovação para a sua conduta.

Infelizmente, muitas autoridades estão fazendo coisas que desagradam a Deus, estão usurpando o direito dos pobres em benefício dos ricos, retiram o sustento da viúva e do órfão, aceitam propinas para selar a sorte do pobre, para fazer vista grossa sobre situações onde os poderes econômicos e financeiros têm interesses camuflados, etc.. O que diz a Palavra de Deus sobre isto:

“Pai de órfãos e juiz de viúvas é Deus na sua santa morada.” (Salmos 68.5)

Deus está em Seu Trono de Glória observando as ações das autoridades, creia que um dia a Justiça de Deus será manifestada perante os homens, em vida ou após a morte no julgamento de todos. Não aceite a visão de muitos que praticam iniqüidades e continuam usufruindo das benesses e que, aparentemente, estão levando uma boa vida. O tempo do homem na terra é muito pequeno diante da eternidade preparada por Deus, na eternidade o homem terá a certeza da Ação de Deus e do cumprimento de todas as Suas Ordenanças. Muitos cometem iniqüidades e por não contemplarem o castigo em suas vidas, pensam na inexistência de Deus, e com esta atitude caminham a passos largos para o maior dos castigos, a perda da comunhão com o Criador.

A maior prova de sabedoria que uma pessoa pode dar é receber o ensino e repreensão com alegria e gratidão. Que nós possamos atingir a altura que Deus quer de cada um, buscar agradá-Lo é a certeza de beber da Fonte que nunca se acaba.

Deus os abençoe!


Pr. Eduardo Costa

Seja o primeiro a comentar

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

Novo Comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO